Tweets do “hacker de Araraquara” foram postados em Brasília. Fraude?

Acaba de surgir mais um indício de que a história do “hacker de Araraquara” pode ter sido forjada para atacar a Vaza Jato, que expôs diálogos impróprios de Sérgio Moro (Justiça) e Deltan Dallagnol; os tweets de Walter Delgatti Netto, o 'Vermelho", apresentado como “hacker” pela Polícia Federal, foram postados de Brasília (DF) e não de Araraquara (SP)

247 - Acaba de surgir mais um indício de que a história do “hacker de Araraquara” pode ter sido forjada para atacar a Vaza Jato, que expôs diálogos impróprios do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e do procurador da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol. Os tweets de Walter Delgatti Netto, o 'Vermelho", apresentado como “hacker” pela Polícia Federal, foram postados de Brasília e não de Araraquara (SP). A informação é da coluna de Lauro Jardim. 

O hacker estaria fisicamente em Brasília quando fez os posts. Apenas o Twitter poderá confirmar tal possibilidade. A postagem pode também ter sido feita por outra pessoa da quadrilha.

Subordinada a Moro, a PF prendeu "hackers" suspeitos de invadir o celular dele, após a divulgação da troca de mensagens entre ele e procuradores da Lava Jato pelo The Intercept Brasil. O site vem revelando que Moro extrapolou suas funções quando era juiz da Lava Jato.

O ex-magistrado chegou a negociar acordos de delação premiada, recomendou acréscimo de informaçõs na produção de provas contra um réu, questionou a capacidade de uma procuradora em interrogar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sugeriu inversão da ordem das fases da operação.

Segundo uma das reportagens, procuradores reclamaram duramente do ex-juiz: "Moro viola sempre o sistema acusatório".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247