Anvisa autoriza retomada de testes de vacina chinesa contra Covid-19

" A Anvisa informa que acaba de autorizar a retomada do estudo clínico relacionado à vacina Coronavac, que tem como patrocinador o Instituto Butantan", informou a agência por meio de nota. Testes haviam suspensos por determinação da Anvisa na última segunda-feira

Profissional de saúde segura caixa de potencial vacina contra Covid-19 da chinesa Sinovac durante testes
Profissional de saúde segura caixa de potencial vacina contra Covid-19 da chinesa Sinovac durante testes (Foto: REUTERS/Diego Vara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a retomada dos testes da CoronaVac, imunizante contra a Covid-19 desenvolvido pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. " A Anvisa informa que acaba de autorizar a retomada do estudo clínico relacionado à vacina Coronavac, que tem como patrocinador o Instituto Butantan", disse agência por meio de nota. A suspensão dos testes aconteceu na segunda-feira (9)

Na ocasião, o órgão de vigilância sanitária disse que os testes do imunizante estavam sendo suspensos devido a ocorrência de um "evento adverso grave”, sem detalhar o caso. A paralisação resultou em uma troca de acusações entre a Anvisa e o Instituto Butantan, além de levantar a suspeita de uso político da agência

"A Anvisa entende que tem subsídios suficientes para permitir a retomada da vacinação e segue acompanhando a investigação do desfecho do caso para que seja definida a possível relação de causalidade entre o EAG [evento adverso grave] inesperado e a vacina", destaca trecho da nota. 

Inscreva-se na TV 247, seja membro, e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247