Bolsonaro copia Trump e quer tirar Brasil da OMS

Jair Bolsonaro atacou a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a acusou de atuar de forma política na condução da pandemia. Ele ameaçou retirar o Brasil da entidade, copiando decisão tomada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

(Foto: Divulgação - Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Mesmo sendo atacado por Trump como péssimo exemplo no combate ao coronavírus, Bolsonaro se alinhou mais uma vez ao presidente americano e disse que o Brasil poderá sair da OMS. 

Bolsonaro afirmou: “Adianto aqui: os Estados Unidos saíra, da OMS, a gente estuda no futuro, ou a OMS trabalha sem o viés ideológico ou a gente vai estar fora também. Não precisamos de gente lá de fora dar palpite na saúde aqui dentro.”

A manifestação de Bolsonaro ocorre uma semana após Trump ter anunciado o rompimento dos EUA com a OMS, após acusar a organização de atuar para favorecer a China.

Na entrevista, Bolsonaro também citou o fato de a OMS ter voltado atrás nesta semana na decisão de interromper seus testes com a cloroquina no tratamento de Covid-19, e relacionou a decisão com o corte de financiamento pelos EUA.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247