Dez capitais brasileiras param vacinação com 2ª dose da coronaVac por falta de estoque

Além de Belo Horizonte (MG) e Porto Alegre (RS), nas outras oito cidades onde foi paralisada a imunização também há falta da primeira dose

País volta a ter problemas com falta de imunizantes em plena pandemia
País volta a ter problemas com falta de imunizantes em plena pandemia (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Dez capitais brasileiras suspenderam nesta quinta-feira (6) a aplicação da segunda dose da vacina coronaVac devido à falta de imunizantes da coronaVac. Além de Belo Horizonte (MG) e Porto Alegre (RS), nas outras cidades onde foi paralisada a imunização também há falta da primeira dose - Aracaju (SE), Campo Grande (MS), Maceió (AL), Natal (RN), Porto Velho (RO), Salvador (BA), Recife (PE) e Teresina (PI). A informação foi publicada pelo portal G1

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina do Instituto Butantan representa 75,2% dos imunizantes contra a Covid-19 aplicados no Brasil desde o início da imunização, em 21 de janeiro.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, anunciou na manhã desta quinta-feira (6) a redução da quantidade de matéria-prima para as vacinas que o instituto receberia da China. De acordo com o dirigente, foi provocado um mal-estar "por sucessivas declarações desastrosas" do ministro da Economia, Paulo Guedes, e Jair Bolsonaro.

Segundo o consórcio de veículos de imprensa, 32,3 milhões pessoas no País receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, o que representa 15,26% da população brasileira.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email