Área técnica da Anvisa não recomenda importação da Sputnik V

O gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos, Gustavo Mendes Lima Santos, fez apresentação apontando "limitações" e dados inconsistentes em relação à vacina russa

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução/YouTube)


247 - Em reunião virtual entre gerentes e diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na noite desta segunda-feira (26) para decidir sobre a liberação da importação da Sputnik V, vacina russa contra a Covid-19, ao Brasil, a área técnica da agência não recomendou que o imunizante seja trazido ao Brasil.

O gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos, Gustavo Mendes Lima Santos, fez uma apresentação apontando "limitações" e dados inconsistentes em relação à substância, na visão do especialista. Após relatórios da equipe técnica, os diretores da Anvisa iniciam a votação que define se o imunizante pode, ou não, ser importado.

No último dia 13, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski estipulou prazo até o fim deste mês para que o órgão decida sobre a “importação excepcional e temporária” de doses da vacina.

Assista ao vivo:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email