Queiroga diz que "em breve teremos desobrigação para uso de máscaras"

O ministro da Saúde criticou "essa mania de querer criar lei para tudo", em referência à obrigação do uso de máscara, principal equipamento de proteção contra Covid-19

Marcelo Queiroga e Jair Bolsonaro
Marcelo Queiroga e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, depois de orientar a suspensão da vacinação contra Covid-19 em adolescentes, colocou em dúvida a eficácia das máscaras na prevenção à doença. O equipamento é o principal meio, além das vacinas, para proteção contra o coronavírus.

Questionado por Jair Bolsonaro durante transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta quinta-feira (16), Queiroga disse que "em breve nós teremos essa desobrigação para uso de máscaras. Quem quer usar máscara usa, mas essa mania de querer criar lei para tudo... Daqui a pouco querem uma lei para obrigar as crianças a irem para a escola vacinas. Não precisa de vacina para ir para a escola. A OMS, a Unicef já determinou isso".

Queiroga e Bolsonaro ainda atacaram a eficácia da CoronaVac: "eu estou melhor que todo mundo que tomou CoronaVac", disse Bolsonaro. Queiroga falou que a vacina de origem chinesa foi importante no início do processo de vacinação contra Covid-19 no Brasil, mas deu a entender que agora o imunizante já caiu em descrédito.

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email