Rússia pede à OMS aprovação do uso emergencial da vacina Sputnik V

A Organização Mundial de Saúde começou a avaliar candidatas no fim de setembro. Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, em Moscou, foi a primeira vacina registrada contra a Covid-19 no mundo

Vladimir Putin
Vladimir Putin (Foto: Kremlin | REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Rússia solicitou nesta terça-feira (27) à Organização Mundial de Saúde (OMS) a aprovação do uso emergencial da vacina contra a Covid-19 Sputink V. 

Segundo o G1, o fundo estatal russo que coordena a produção da vacina apresentou pedidos para registro acelerado na Lista de Uso de Emergência (EUL, na sigla em inglês) e pré-qualificação do imunizante.  

O diretor do fundo, Kirill Dmitriev, comentou o pedido, afirmando que ele "permitirá que a Sputnik V seja incluída na lista de produtos médicos que atendem aos principais padrões de qualidade, segurança e eficácia".

A Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, em Moscou, foi a primeira vacina registrada contra a Covid-19 no mundo. No Brasil, Paraná firmou parceria para produzir e testar a vacina.

Há cerca de duas semanas, a Rússia anunciou um segundo registro, da EpiVacCorona, desenvolvida pelo Instituto Vector, na Sibéria.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247