Flávio Bolsonaro alega risco sanitário para adiar CPI da Pandemia e vira piada

"Pra quê o açodamento?", alega o senador, que pede para que "todos sejam vacinados" antes da realização das reuniões. Discurso virou piada, uma vez que Jair Bolsonaro cria aglomerações diariamente e debocha da pandemia

(Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O tom de desespero marcou a fala do senador  Flávio Bolsonaro durante a instalação da CPI da Pademia no Senado, na manhã desta terça-feira (27), que irá investigar as arbitrariedades cometidas pelo governo federal no período da pandemia. 

Tentando reverter a criação da Comissão, Flávio argumentou que há um risco de os senadores se contaminarem pela Covid-19 por conta do fórum ser presencial. No entanto, a preocupação do senador não condiz com suas ações. Recentemente, ele foi destaque na mídia ao viajar para o Ceará, em plena pandemia, para fazer turismo. No resort luxuoso, ele deslocou o braço e precisou colocar uma tipoia, vestida por ele na reunião da CPI.

Ataque às mulheres

Ele também proferiu declaração machista contra as mulheres, durante participação na CPI da Covid, que está sendo instaurada nesta terça-feira (27) pelo Senado. 

"Em primeiro lugar eu acho que as mulheres já foram mais respeitadas. Estão fora da CPI e não fazem nem questão de estar nela. Se conformam em acompanhar os trabalhos à distância”, afirmou o parlamentar.

Flávio também disparou ataques contra Renan Calheiros, possível relator da CPI. "que escolham um relator isento, com responsabilidade", disse. 

Veja a repercussão de seu discurso: 





Acompanhe ao vivo a CPI:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email