Randolfe cobra investigação contra Bolsonaro, que compartilhou inquérito sigiloso

O vice-presidente da CPI denunciou que Jair Bolsonaro compartilhou em suas redes sociais informações sobre inquérito da PF referente a uma suposta invasão no sistema do TSE

Randolfe Rodrigues
Randolfe Rodrigues (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), criticou a decisão da Polícia Federal (PF) de abrir um inquérito contra os senadores. Para ele, o alvo do órgão deveria ser Jair Bolsonaro, que, conforme denunciou, compartilhou informações sigilosas sobre investigações da PF. 

Randolfe mostrou que Jair Bolsonaro postou em suas redes sociais informações sobre inquérito da PF referente a uma suposta invasão ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O tribunal já rebateu o chefe de governo, negando a ocorrência e reforçando a segurança do sistema de votação.

Abaixo, o post em questão: 

PUBLICIDADE

Rodrigues cobrou a instauração de um novo inquérito contra o chefe de governo: "Aproveito para perguntar ao Sr. Anderson Torres, ministro de Estado da Justiça, ao senhor diretor-geral da PF, a que horas sera anunciado a abertura do inquérito contra o presidente, já que o inquérito contra a CPI foi anunciado no âmbito desta CPI e logo em seguida foi anunciado para a imprensa".

PUBLICIDADE

"As instituições não podem ser instrumentalizadas. A Polícia Federal é uma entidade de respeito", reforçou a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) afirmando que as providências precisam ser tomadas. 

Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista à CPI ao vivo:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email