Veja divulga áudio que prova que Wajngarten mentiu na CPI

O ex-chefe da Secom negou em depoimento à CPI da Covid ter dito à revista que o Ministério da Saúde foi "incompetente" na busca por vacinas. Áudio divulgado nesta tarde comprova que ele usou essa palavra para se referir à gestão de Pazuello

www.brasil247.com - Fabio Wajngarten em depoimento na CPI da Covid no Senado nesta quarta-feira (12)
Fabio Wajngarten em depoimento na CPI da Covid no Senado nesta quarta-feira (12) (Foto: Abr | Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Após o ex-chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) Fabio Wajngarten negar, em depoimento à CPI da Covid nesta quarta-feira (12), ter dito à Veja que o Ministério da Saúde, sob a gestão de Eduardo Pazuello, foi incompetente na busca por vacinas contra Covid-19, o veículo divulgou o áudio gravado durante a entrevista.

Questionado se a pasta foi negligente ou incompetente, Wajngarten responde: "foi incompetência. Quando você tem um laboratório americano com cinco escritórios de advocacia apoiando a negociação e tem do outro lado um time pequeno, tímido, sem experiência, é sete a um".

À CPI, Wajngarten minimizou as críticas que fez a Pazuello: "ele foi corajoso de assumir o Ministério da Saúde no pior momento possível. A incompetência dele foi ficar à refém da burocracia".

PUBLICIDADE

Com a divulgação do áudio, fica comprovada mais uma mentira de Wajngarten.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email