Caetano, Maria Bethânia, Gil e Gal Costa aderem à carta pela democracia

O documento conta com mais de 400 mil assinaturas e deverá ter uma leitura em vídeo feita por diversos artistas

www.brasil247.com - Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa e Maria Bethânia
Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa e Maria Bethânia (Foto: Reprodução/Facebook | Pixabay)


247 - Encabeçado pela empresária e produtora Paula Lavigne, o coletivo 342 Artes embarcou no movimento da "Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito!" e organiza uma leitura do texto em vídeo pelos artistas. De última hora, segundo a Folha de S. Paulo, entraram no grupo os renomados cantores Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gilberto Gil e Gal Costa.

A carta tem mais de 400 mil assinaturas e conta com o apoio de diversos outros artistas, como Chico Buarque de Hollanda, Fernando Meirelles, Dira Paes, Luís Fernando Veríssimo, Jorge Furtado, Débora Bloch e Alessandra Negrini.

O manifesto é encarado como um forte movimento de contenção das intenções autoritárias e golpistas de Jair Bolsonaro (PL), que vê o texto como um "ponto final" para sua campanha

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email