CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

À TV 247, Lula diz que privatização da Eletrobrás foi “crime de lesa-pátria”: “não vai ficar por isso”

"Estamos entrando na justiça contra a votação do peso do governo na direção da empresa e o preço pelo qual foi vendida", afirmou Lula em entrevista à TV 247

Imagem Thumbnail
Presidente Lula e jornalistas Leonardo Attuch e Tereza Cruvinel - 21.03.2023 (Foto: Reprodução/TV 247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a privatização da Eletrobrás nesta terça-feira (21), durante entrevista ao vivo e exclusiva à TV 247. 

"O que foi feito na Eletrobrás foi um crime de lesa-pátria. Você privatizou uma empresa daquele porte, me parece que venderam por R$ 36 bilhões, e esse dinheiro é utilizado para pagar juros da dívida pública. Não parece que existem sinais que vai baixar o preço da energia para o povo brasileiro", destacou o presidente. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Lula criticou também o modelo da privatização da estatal de energia elétrica, ao contar que embora governo tenha 40% das ações, governo só pode participar na votação com 10%. "Se o  governo quiser comprar ações tem que pagar o triplo do preço que paga uma outra empresa comum. Foi feito para proibir  a gente comprar de volta", afirmou. 

Segundo o presidente, o governo federal vai lutar para reaver o controle da Eletrobrás. "Não vai ficar por isso. Estamos entrando na justiça contra a votação do peso do governo na direção da empresa e o preço pelo qual foi vendida", afirmou. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

>>> "É irresponsabilidade do Banco Central manter taxa de juros a 13,75%", diz Lula à TV 247

Privatizações da Petrobrás

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Na entrevista, Lula também falou sobre a venda de ativos da Petrobrás, que vem sendo criticada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP). "A gente já avisou ao presidente Jean Paul que é preciso suspender toda venda de ativos, não tem condições de continuar vendendo", afirmou Lula.

"Obviamente as pessoas já tinham feito contrato com alguma coisa, tudo isso tem uma briga jurídica que queremos ver se resolvemos na política e não na questão jurídica. A Petrobrás não foi feita para exportar óleo cru, não é apenas uma empresa de petróleo, é uma empresa de energia", acrescentou. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O presidente Lula concede entrevista aos jornalistas Leonardo Attuch, Tereza Cruvinel, Luís Costa Pinto e Helena Chagas.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO