Braga Netto sobre Pró-Brasil: Economia dará a palavra final

"Em nenhum momento se pensou em sair do trilho programado pela Economia", disse o ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, negando que o plano Pró-Brasil irá alterar a política econômica liberal do governo

Paulo Guedes e Braga Netto
Paulo Guedes e Braga Netto (Foto: Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, negou em entrevista coletiva nesta quarta-feira (29) que o Ministério da Economia tenha sido excluído do Pró-Brasil, plano de retomada do crescimento econômico brasileiro pós-coronavírus.

O ministro disse que a Economia é quem dará a palavra final sobre o plano e a decisão ficará sob o poder de Jair Bolsonaro. “Ministros começaram a procurar a Casa Civil para apresentar programas para a retomada do crescimento. Começamos a trabalhar num projeto para integrar isso. Em nenhum momento eu falei em valor, porque não temos valor ainda. Em nenhum momento se pensou em sair do trilho programado pela Economia. Quem dá esse caminho é exatamente a palavra final a Economia, se é possível ou não é possível, e quem decide é o presidente da República. Quem vai priorizar na verdade é o presidente”.

Braga Netto também disse que não brigou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e que a Casa Civil apenas centralizou os projetos elaborados pelos diversos ministérios.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247