HOME > Economia

Justiça aceita pedido de recuperação da Casas Bahia

Após a decisão, as execuções contra a empresa movidas por credores ficarão suspensas por 180 dias

Casas Bahia (Foto: Divulgação)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O juiz Jomar Amorim, da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Tribunal de Justiça do estado de São Paulo (TJ-SP), aceitou nesta segunda-feira (29) o pedido de recuperação extrajudicial feito pelo Grupo Casas Bahia, para a reestruturação de uma dívida estimada em R$ 4,1 bilhões. 

Após a decisão, as execuções contra a empresa movidas por credores ficarão suspensas por 180 dias, de acordo com relatos publicados no portal G1. O anúncio veio mais de oito meses após a empresa anunciar o fechamento de até 100 lojas e a demissão de seis mil funcionários.

"A documentação apresentada pelo requerente [Casas Bahia] evidencia (...) a concordância dos credores que representam mais de metade dos créditos abrangidos pelo plano de recuperação extrajudicial", escreveu o magistrado.

"A requerente deverá comprovar, no prazo do edital, o envio de carta aos credores sujeitos ao plano. A minuta deverá conter a relação de todos os credores sujeitos ao plano e o meio de acesso ao conteúdo do plano".

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados