Maioria dos membros do Conselho da Petrobrás foi indicada pelo governo Bolsonaro

O governo indicou a maioria dos 11 membros do conselho da empresa e tenta fugir da responsabilidade sobre novos reajustes nos preços de combustíveis

www.brasil247.com - Sede da Petrobras no Centro do Rio
Sede da Petrobras no Centro do Rio (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)


247 - O governo federal indicou seis dos 11 membros que estão no Conselho da Petrobrás atualmente, de acordo com informação publicada nesta sexta-feira (17) pelo portal G1. Ao defender a instalação da CPI da Petrobrás, Jair Bolsonaro (PL) tenta fugir da responsabilidade sobre os novos reajustes nos preços de combustíveis, mas ele tem o poder de indicar o presidente da empresa e os integrantes do conselho, que define a política de preços da estatal. 

Foi anunciado nesta sexta o reajuste de 5,18% na gasolina vendida às distribuidoras e de 14,26% no diesel.

O governo tenta há quase um mês trocar o comando da Petrobras para forçar uma mudança na política de preços. Em maio, o Ministério de Minas e Energia anunciou a demissão de José Mauro Ferreira Coelho da presidência da empresa e a indicação de Caio Mário Paes de Andrade, atual secretário de Desburocratização do Ministério da Economia, para o posto.

Antes de Mauro Ferreira, o governo já havia demitido dois antecessores: Roberto Castello Branco e Joaquim Silva e Luna.

O pré-candidato ao Senado Flávio Dino (PSB), ex-governador do Maranhão, ironizou a possibilidade de uma CPI, ao questionar se Bolsonaro pretende investigar a si próprio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email