CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Projeto para retomar a indústria naval em Niterói vai gerar 20 mil empregos diretos

"Uma coisa que eu quero que as pessoas saibam é que vamos recuperar a indústria naval brasileira", disse Lula

Imagem Thumbnail
Lula em Niteroi (Foto: Ricardo Stuckert / PR)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agência Gov – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, participou, nesta terça-feira (2/4), do anúncio do início das obras de dragagem do Canal de São Lourenço, em Niterói (RJ). Com investimento de R$ 146 milhões, a iniciativa amplia o acesso da infraestrutura aquaviária ao Complexo Industrial e Portuário da cidade.

Do recurso total, R$ 137 milhões são da Prefeitura de Niterói e R$ 20 milhões da Companhia Docas do Rio de Janeiro, empresa pública ligada ao Governo Federal.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O presidente Lula destacou a importância da indústria naval brasileira para a geração de empregos e o desenvolvimento da economia do País. Ele lembrou que, ainda em 2003, quando assumiu pela primeira vez a presidência da República, registrou o compromisso de recuperar esse setor.

“O que aconteceu na indústria naval brasileira? Saímos de menos de 3 mil trabalhadores para 86 mil trabalhando na indústria naval com todos os estaleiros do Rio de Janeiro funcionando, em Pernambuco, na Bahia, no Rio Grande do Sul, no Espírito Santo. Passamos a construir navios extraordinários”, disse. E acrescentou “Ao alugarmos um navio lá fora, a gente não vai gerar emprego aqui, não vai criar pequenas e médias indústrias aqui, não vai ter componente nacional”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O desassoreamento de trecho da Baía de Guanabara, entre a Ilha da Conceição e a Ponte Rio-Niterói, irá aumentar de 7 para 11 metros a profundidade (calado) do local, o que permitirá o aumento da função operacional dos estaleiros, o estímulo a novas construções de embarcações e a movimentação do setor de reparos e offshore.

"Uma coisa que eu quero que as pessoas saibam é que vamos recuperar a indústria naval brasileira. Vamos voltar a ter uma indústria naval com emprego e renda para os trabalhadores. A dragagem do Porto de Niterói é parte deste fortalecimento"

Vinte mil empregos

A intervenção vai alavancar toda a produção dos setores e gerar, ao longo da execução da obra, cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos. O Porto de Niterói prevê mais de 30% de aumento nas atracações e nos serviços portuários após a dragagem do Canal de São Lourenço. Seus terminais oferecem suporte completo para módulos de plataformas e equipamentos de produção de petróleo e gás.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Outro projeto será desenvolvido na mesma região: a revitalização do Terminal Pesqueiro de Niterói, por meio de acordo para a municipalização do espaço. Após a conclusão da dragagem do Canal de São Lourenço, a intenção é que o terminal se torne um entreposto de pesca, também beneficiando o setor marítimo e gerando emprego e renda.

“O terminal pesqueiro é sonho da população. A gente sabe que tem que ser feita uma dragagem de R$ 60 milhões para que a gente pudesse fazer essa ligação através do terminal e, sob orientação do presidente Lula, ele nos autorizou a aportar R$ 60 milhões para que agente possa fazer o canal do terminal pesqueiro para atender a população e o desenvolvimento da região”, disse o ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Durante o evento, o ministro Silvio Costa Filho, o presidente da PortosRio, Francisco Martins, e o prefeito do Niterói, Axel Grael, ainda assinaram o contrato de compra e venda de imóvel do antigo Terminal Pesqueiro. O imóvel será revitalizado e transformado para atuar como local de carga e descarga, além de comércio atacadista e na realização de serviços da frota pesqueira. O novo terminal vai atender a indústria da pesca de todo o Rio de Janeiro, bem como irá colocar a cidade de Niterói entre as principais, no País, em captura, exportação e distribuição em grande escala de pescado industrial.

Investimentos públicos

O Governo Federal vem ampliando os investimentos nos portos do País para fortalecer o setor. A meta para este ano é alcançar a marca de R$ 2 bilhões.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A carteira de investimentos previstos em portos entre 2024 e 2026 é de R$ 78,5 bilhões. Além disso, há a previsão de R$ 6 bilhões em investimentos no Túnel de Santos-Guarujá.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO