Receita Federal mira Havan, de Luciano Hang, por sonegação de R$ 2,5 milhões

A Receita Federal descobriu que a Havan, do empresário Luciano Hang, sonegou contribuições previdenciárias. Hang já foi condenado por crime semelhante em 2003

(Foto: Romério Cunha/VPR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Receita Federal descobriu sonegação de contribuições previdenciárias cometida pela Havan, do empresário Luciano Hang. Em 2003, Hang foi condenado em segunda instância por crime semelhante.

A Receita Federal cobra da Havan o valor de R$ 1.052.000,00, entre contribuições e multas. O processo é de 2013. Com correção dos valores, é cobrado da empresa o montante de R$ 2.486.973,20.

De acordo com apuração do Estado de S. Paulo, a Havan não declarou de forma adequada a “contribuição previdenciária patronal”, a “contribuição destinada a terceiros”, os “incidentes sobre a rubrica de folha de pagamento aviso prévio indenizado” e a contribuição que a empresa recolheria oriunda de patrocínio de um time de futebol.

A Receita ainda vê o cometimento de falsificação de documento, já que em 2010 a Havan fez compensações de créditos indevidos na  documentação contábil.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247