Receita Federal oficializa intervenção de Bolsonaro e troca número 2

Após pressão de Bolsonaro, o subsecretário-geral do órgão, João Paulo Ramos Fachada Martins da Silva, será substituído pelo auditor José Assis Ferraz Neto. Auditores da Receita ameaçam demissão coletiva

247 - A Receita Federal oficializou em nota na tarde desta segunda-feira 19 a intervenção política de Jair Bolsonaro no órgão. O subsecretário-geral, João Paulo Ramos Fachada Martins da Silva, será substituído pelo auditor José Assis Ferraz Neto. 

A troca ocorre em meio a uma crise no órgão, cuja cúpula ameaça se demitir coletivamente após a pressão do presidente. Antes da nota, a notícia de que o secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, havia decidido fazer a troca já havia sido divulgada.

Tudo indica que a pressão de Bolsonaro vem para favorecer seus familiares. Pessoas ligadas ao chefe do Planalto teriam pedido ao superintendente da Receita no Rio de Janeiro, Mário Dehon, a troca de delegados chefes de duas unidades no Estado, um deles no Porto de Itaguaí, que segundo investigações é ponto central de armas e drogas de milícias no Rio.

Dehon também corre o risco de ser exonerado, de forma a assegurar as substituições nos dois postos que estariam sendo exigidos pelo governo.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247