Economia

Servidores do BC aprovam proposta salarial do governo, diz sindicato

Os servidores terão reajuste de até 10,9% em janeiro de 2025 e até 10,9% em maio de 2026

Imagem Thumbnail
Banco Central do Brasil (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

(Reuters) - Os servidores do Banco Central aprovaram em assembleia na quarta-feira a mais recente proposta salarial pelo governo, de acordo com o Sindicato Nacional dos Funcionários do BC (Sinal).

Os servidores terão reajuste de até 10,9% em janeiro de 2025 e até 10,9% em maio de 2026. Além disso, o cargo de "analista" passa a ser denominado "auditor" e passa a contar com mais prerrogativas funcionais, afirmou o sindicato.

A assembleia contou com cerca de 1.500 participantes e a aprovação foi por 80% dos votos, segundo a entidade.

"O próximo passo é a assinatura do termo de acordo com o governo federal, o que deve acontecer nos próximos dias", afirmou o Sinal.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O movimento dos servidores do BC por melhores condições de trabalho e salários mais competitivos acontecia desde o ano passado e vinha afetando sistematicamente a divulgação de diversos indicadores do banco, como as notas econômica-financeiras e a taxa de câmbio Ptax, além do Focus e do fluxo cambial.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO