"Somos pobres por opção", diz Guedes em discurso pela privatização da Petrobrás

Ministro da Economia participou de evento ao lado de Doria e Moro e jogou a culpa do fracasso econômico do atual governo na conta das estatais

www.brasil247.com - Bolsonaro com Paulo Guedes e refinaria da Petrobras
Bolsonaro com Paulo Guedes e refinaria da Petrobras (Foto: Reuters)


247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, participou nesta terça-feira (1) de evento -  ao lado do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e do ex-juiz suspeito Sergio Moro (Podemos) - promovido pelo banco de investimentos suíço Credit Suisse. O ministro afirmou que "nós somos pobres por opção" ao defender a privatização da Petrobrás.

Segundo Guedes, a extração de petróleo no Brasil poderia ser até 4 vezes mais rápida se a empresa fosse privatizada. 

>>> Responsável pelo fracasso econômico, Guedes agora diz que nunca prometeu crescimento contínuo do país

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Incapaz de recuperar a economia brasileira, Guedes disse que a manutenção das estatais sob o comando do poder público é que está prejudicando o potencial de crescimento do país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele ainda disse que a Eletrobras também tem de ser privatizada para não perder sua "fatia de mercado". "Precisamos libertar a empresa ou ela vai ser reduzida à insignificância. A mesma coisa ocorre para a exploração do petróleo brasileiro".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email