Entrevistas

“De nada adianta inteligência artificial, se as nossas cidades estiverem debaixo d'água”, diz ativista climática

O episódio “Gaúcha e Ativista Climática fala sobre Futuros” do Programa “Sociedade do Amanhã”, na TV 247, debate cenários do alarmante momento que vivemos hoje no sul do país

Imagem Thumbnail

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Você sabia que 68% dos municípios brasileiros não estão preparados para o aumento dos eventos climáticos extremos? Mais da metade não possuem tecnologias básicas, como alerta móvel ou fixo. Esse é o resultado da pesquisa "Emergência Climática" que foi realizada entre dezembro de 2023 e janeiro de 2024 pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). Como lidar com esse cenário? Qual o papel do governo, empresas e cada um de nós? 

O episódio “Gaúcha e Ativista Climática fala sobre Futuros” do Programa “Sociedade do Amanhã”, na TV 247, debate possíveis cenários dentro do alarmante momento que vivemos hoje no sul do país. Acompanhe esta entrevista feita pela jornalista Beatriz Bevilaqua com Luciana Bazanella, ativista climática e co-fundadora da White Rabbit, empresa de pesquisa sobre futuros.

“O despreparo está diretamente relacionado ao negacionismo e às narrativas equivocadas. O consenso científico tem alertado há muitos anos e nunca foi uma pauta prioritária para alguns governos. Enquanto estamos lutando para sobreviver aqui no sul, o congresso está tentando neste exato momento diminuir de 80% para 50% as reservas da Amazônia. Parece filme de vilão mesmo”, disse. 

A ativista climática relembra o relatório “Brasil 2040: cenários e alternativas de adaptação à mudança do clima”, encomendado em 2014 pela gestão de Dilma Rousseff, do PT, que já previa elevação do nível do mar, mortes por onda de calor, colapso de hidrelétricas, falta d'água no Sudeste, piora das secas no Nordeste e o aumento das chuvas no Sul.  Apesar da urgência de seus alertas, o estudo simplesmente foi engavetado e não está disponível publicamente.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ela aponta a necessidade urgente de uma alfabetização climática e que a pauta de inteligência artificial não está separada das questões climáticas. “Tem muitas empresas hoje queimando carvão para manter servidor de inteligência artificial rodando. Hoje os grandes detentores de riqueza no mundo são as grandes empresas de tecnologia e elas lucram com a desinformação climática”, criticou Luciana. 

O programa “Sociedade do Amanhã” é conduzido todos os sábados, às 17h, pela jornalista Beatriz Bevilaqua. O objetivo a cada episódio é cobrir o universo da tecnologia e as principais transformações da sociedade nas últimas décadas com uma perspectiva sobre o nosso futuro. Ative as notificações aqui:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO