CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Entrevistas

“O governo Lula é infiltrado de opositores”, afirma Paulo Nogueira Batista Jr

Economista destaca a necessidade de crescimento para manter o viés desenvolvimentista e aborda desafios econômicos do país

(Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino | Reeprodução )
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Em uma entrevista à TV 247, o economista Paulo Nogueira Batista Jr. analisou diversos aspectos da conjuntura política e econômica do Brasil, destacando a presença de opositores dentro do governo Lula. Entre as declarações feitas pelo economista, ele ressaltou que "o governo Lula é infiltrado de opositores", apontando para uma complexa dinâmica política dentro da administração.

Nogueira Batista Jr. também observou que "o neoliberalismo está sendo enterrado no século 21", destacando o papel do governo Lula em promover um debate mais racional no país. Entretanto, ele ressalta que "o quadro econômico no Brasil ainda está meio nebuloso", com alguns indicadores positivos e outros não tão favoráveis.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ao discutir o desenvolvimento econômico, o economista enfatiza a necessidade de um crescimento sustentável entre 4% e 5%, argumentando que isso é fundamental para o retorno de uma abordagem desenvolvimentista. Ele também destaca a importância da distribuição de renda como um pilar central do governo. Ele também afirmou que "o governo Lula está ajudando a trazer um debate mais racional no Brasil" e que "sem desenvolvimento, o Lula não sobrevive e talvez não se reeleja".

Nogueira Batista Jr. apontou para desafios políticos, como a influência das elites e a necessidade de uma maior atenção à classe média. Ele afirmou que "os ricos são poderosos, mas são pouco numerosos" e que "eles precisam da classe média". Além disso, destacou que "a concentração de renda do Banco Central anula a distribuição de renda feita pelos ministérios da área social" e que "a distribuição de renda deve estar no centro do governo".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em relação à gestão econômica, o economista sugere medidas como o aumento do limite de isenção do Imposto de Renda para a classe média, visando uma maior equidade fiscal.

Assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO