Messi detona polícia brasileira e chama de “repressiva” a atuação dos agentes durante briga no Maracanã

Antes da partida contra o Brasil, que deu vitória a Argentina por 1 a 0, uma briga generalizada ocorreu no Maracanã

Lionel Messi
Lionel Messi (Foto: Reuters/Kai Pfaffenbach)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Antes da partida contra o Brasil, que deu vitória a Argentina por 1 a 0, nesta terça-feira (21), pela 6ª rodada das eliminatórias, uma briga generalizada ocorreu no Maracanã e Messi indicou que os policiais agiram de forma “repressiva” contra os argentinos. >>> Maracanã tem briga generalizada entre brasileiros, argentinos e policiais (vídeos)

"Vimos como estavam tratando as pessoas, já tinha passado na Libertadores e a polícia estava reprimindo de novo com os cassetetes. Havia jogadores que tinham família ali (na arquibancada). Obviamente todos nós ficamos pensando nisso, sem saber o que estava acontecendo. E quando chega a esse ponto, jogar uma partida é secundário", desabafou Messi.

continua após o anúncio

"Era uma maneira também para que se tranquilizasse tudo. A gente não podia fazer muito ali do campo, víamos como estavam tratando as pessoas e podia acontecer uma tragédia. Quando tudo se acalmou um pouco, decidimos ir para o campo, ver como estavam os familiares, como estava tudo", finalizou ele, em entrevista ao Sportv.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247