CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Esporte

Vini Jr. se emociona durante entrevista ao falar sobre racismo: "cada vez estou mais triste, tenho menos vontade de jogar"

"É algo muito triste tudo que venho passando a cada jogo. Eu e todos os negros, no mundo todo, sofrem no dia a dia. O racismo verbal é minoria perto de tudo", afirmou

Imagem Thumbnail
Vinícius Júnior (Foto: Reprodução/X/@futebol_info)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Em uma emocionante coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (25), o atacante Vinícius Júnior, estrela do Real Madrid e da seleção brasileira, chorou ao falar sobre os insultos racistas que sofre. Durante a coletiva, que antecede o amistoso da seleção brasileira contra a Espanha, marcado para esta terça-feira (26), Vinícius Júnior revelou sua angústia, tanto dentro quanto fora dos campos. Expressando uma mistura de sofrimento e resiliência, o jogador confessou que sua vontade de jogar futebol tem diminuído à medida que enfrenta as consequências do racismo. "Cada vez estou mais triste, tenho menos vontade de jogar. Mas vou seguir lutando", afirmou, segundo o jornal O Globo.

Questionado sobre o motivo pelo qual ele acredita ser alvo de tantos insultos, mesmo quando não está em campo, Vinícius Júnior respondeu com indignação. Ele destacou que, para ele e para todos os negros ao redor do mundo, o racismo é uma realidade cotidiana, que vai além das ofensas verbais. O jogador compartilhou experiências pessoais, mencionando as dificuldades que seu pai enfrentou por causa da cor da pele e enfatizando que o racismo é um problema sistêmico que afeta não apenas os indivíduos, mas também suas famílias e comunidades. "Acredito que é algo muito triste tudo que venho passando aqui a cada jogo, a cada dia, a cada denúncia minha vem aumentando. Acredito também que eu e todos os negros, não só na Espanha, mas no mundo todo, sofrem no dia a dia. O racismo verbal é minoria perto de tudo que os negros sofrem".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Quando questionado sobre de onde vem sua força para continuar lutando contra o racismo, Vinícius Júnior mencionou o apoio de seus fãs, familiares e amigos, que o incentivam a seguir em frente. "Por todas as pessoas que torcem por mim, me acompanham, e me mandam mais mensagens para lutar com eles. Tenho força grande dentro de mim, na família, em casa. Nem todos têm o apoio que eu tenho em casa. Que podem falar por tantas pessoas. Quero seguir por eles, que sabem do que realmente passo e passei. E que é muito difícil".

Em relação às medidas para combater o racismo, Vinícius Júnior destacou a falta de punições adequadas como o aspecto mais frustrante da situação. "Se a gente começar a punir todas as pessoas que cometem crime, e aqui [na Espanha] não consideram crime, vamos evoluir e vai ficar melhor para todos".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO