Facebook diz que trabalha para corrigir pane em redes sociais

Segundo o jornalista investigativo independente Brian Krebs, a instabilidade se deve a uma falha nos registros DNS, "que informam aos sistemas como encontrar http://Facebook.com ou http://Instagram.com"

www.brasil247.com -


247 - O Facebook afirmou que trabalha para que o aplicativo da rede social e do WhatsApp e do Instagram voltem a funcionar "o quanto antes". Essas redes sociais começaram a apresentar instabilidade no início da tarde desta segunda-feira (4) e permanecem inacessíveis

“Estamos cientes de que as pessoas estão tendo dificuldade para acessar nossos aplicativos e produtos. Estamos trabalhando para que tudo volte ao normal o quanto antes", disse o Facebook em nota.

Segundo o jornalista investigativo independente Brian Krebs, a instabilidade se deve a uma falha nos registros DNS, "que informam aos sistemas como encontrar http://Facebook.com ou http://Instagram.com".

"Confirmado: os registros DNS que informam aos sistemas como encontrar http://Facebook.com ou http://Instagram.com foram retirados esta manhã das tabelas de roteamento global. Você consegue se imaginar trabalhando no FB agora, quando seu e-mail não funciona mais e todas as suas ferramentas internas baseadas no FB falham?", escreveu o jornalista. 

"Não sabemos por que essa mudança foi feita. Pode muito bem ter sido o resultado de uma mudança ou atualização interna de todo o sistema que deu errado. É tudo especulação neste ponto. Somente o FB está no controle de seus registros DNS", prosseguiu.

O aplicativo do serviço de mensagens Telegram também reportou instabilidade. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email