Gesto antirracista de Vinicius Junior ganhou repercussão durante a Olimpíada de 1968

Gesto feito pelo meio-campista do Real Madrid, o brasileiro Vinicius Junior, na vitória sobre o Mallorca, foi um dos marcos da Olimpíada de 1968. Na ocasião, os atletas norte-americanos Tommie Smith e John Carlos subiram no pódio e fizeram a saudação em protesto contra o racismo

Vinicius Junior; Peter Norman, Tommie Smith e John Carlos
Vinicius Junior; Peter Norman, Tommie Smith e John Carlos (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O gesto antirracista feito pelo meio-campista do Real Madrid, o brasileiro Vinicius Junior, ao marcar um dos gols na vitória por 2x0 sobre o Mallorca nesta quarta-feira (24) pelo Campeonato Espanhol, foi um dos marcos da Olimpíada de 1968, no México. Na ocasião, os atletas norte-americanos Tommie Smith e John Carlos, vencedores  medalha de ouro e bronze na prova dos 200 metros rasos, subiram no pódio e fizeram a saudação Black Power contra o racismo e a injustiça vivida pela população negra nos EUA. 

Os Jogos da Cidade do México foram realizados em outubro de 1968. Em abril do mesmo ano, o líder negro Martin Luther King foi assassinado em Memphis, no estado do Tennessee. O assassinato provocou uma onda de protestos que se espalhou por mais de 100 cidades dos Estados Unidos, incluindo na capital, Washington. 

s Jogos da Cidade do México foram disputados em outubro de 1968, em meio a um mundo agitado por grandes manifestações. Em abril daquele ano, nos Estados Unidos, a luta contra a segregação racial atingiu um ponto crítico, com o assassinato do líder negro Martin Luther King. 

O gesto repetido por Vinícius Júnior e que se tornou uma das imagens mais marcantes contra o racismo foi feito em meio a uma onda manifestações em todo mundo após a morte do homem negro George Floyd, imobilizado e asfixiado por um policial branco em Mineápolis, no estado de Minnesota, nos Estados Unidos. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email