Gesto antirracista de Vinicius Junior ganhou repercussão durante a Olimpíada de 1968

Gesto feito pelo meio-campista do Real Madrid, o brasileiro Vinicius Junior, na vitória sobre o Mallorca, foi um dos marcos da Olimpíada de 1968. Na ocasião, os atletas norte-americanos Tommie Smith e John Carlos subiram no pódio e fizeram a saudação em protesto contra o racismo

Vinicius Junior; Peter Norman, Tommie Smith e John Carlos
Vinicius Junior; Peter Norman, Tommie Smith e John Carlos (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O gesto antirracista feito pelo meio-campista do Real Madrid, o brasileiro Vinicius Junior, ao marcar um dos gols na vitória por 2x0 sobre o Mallorca nesta quarta-feira (24) pelo Campeonato Espanhol, foi um dos marcos da Olimpíada de 1968, no México. Na ocasião, os atletas norte-americanos Tommie Smith e John Carlos, vencedores  medalha de ouro e bronze na prova dos 200 metros rasos, subiram no pódio e fizeram a saudação Black Power contra o racismo e a injustiça vivida pela população negra nos EUA. 

Os Jogos da Cidade do México foram realizados em outubro de 1968. Em abril do mesmo ano, o líder negro Martin Luther King foi assassinado em Memphis, no estado do Tennessee. O assassinato provocou uma onda de protestos que se espalhou por mais de 100 cidades dos Estados Unidos, incluindo na capital, Washington. 

s Jogos da Cidade do México foram disputados em outubro de 1968, em meio a um mundo agitado por grandes manifestações. Em abril daquele ano, nos Estados Unidos, a luta contra a segregação racial atingiu um ponto crítico, com o assassinato do líder negro Martin Luther King. 

O gesto repetido por Vinícius Júnior e que se tornou uma das imagens mais marcantes contra o racismo foi feito em meio a uma onda manifestações em todo mundo após a morte do homem negro George Floyd, imobilizado e asfixiado por um policial branco em Mineápolis, no estado de Minnesota, nos Estados Unidos. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247