Ministério da Saúde contraria Bolsonaro ao defender isolamento social, mas apaga postagem

“A nossa maior ação contra o vírus é o isolamento social e a adesão das medidas de proteção individual”, dizia a postagem do Ministério no Twitter

(Foto: ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério da Saúde apagou do seu Twitter uma mensagem defendendo o isolamento social pouco após sua publicação na manhã desta quarta-feira (18). 

Em resposta à postagem de uma seguidora defendendo o uso de azitromicina para o tratamento da Covid-19, a conta do Ministério respondeu: “Olá! É importante lembrar que, até o momento, não existem vacina, alimento específico, substância ou remédio que previnam ou possam acabar com a Covid-19. A nossa maior ação contra o vírus é o isolamento social e a adesão das medidas de proteção individual”.

A postagem original do Ministério da Saúde recomendava à população buscar formas de identificar a doença cedo: “Para combater a Covid-19, a orientação é não esperar. Quanto mais cedo começar o tratamento, maiores as chances de recuperação. Então, fique atento! Ao apresentar sintomas da Covid-19, #NãoEspere, procure uma Unidade de Saúde e solicite o tratamento precoce”.

A postura contraria a de Jair Bolsonaro, que, em diversas ocasiões, promoveu tratamentos contra a Covid-19 que não têm comprovação científica, como a hidroxicloroquina e a azitromicina.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email