“Bolsonaro corre risco de se encontrar com Sergio Cabral em Bangu”, afirma Florestan Fernandes Jr.

Para o jornalista, a evasão da ala militar do governo pode deixar Bolsonaro e sua família vulnerável. “O que não falta é investigação e denúncias muito fortes e muito bem embasadas de corrupção dos filhos dele e de relações dele com milícias”, disse. Assista na TV 247

Florestan Fernandes Jr., Flávio, Jair, Eduardo e Carlos Bolsonaro
Florestan Fernandes Jr., Flávio, Jair, Eduardo e Carlos Bolsonaro (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Roberto Jayme/Ascom/TSE)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Florestan Fernandes Jr. disse à TV 247 que a evasão de militares do governo Jair Bolsonaro, que já começa a se consolidar, pode fazer com que o clã bolsonarista fique tão vulnerável que acabe sendo preso em decorrência das inúmeras denúncias de corrupção e cumplicidade com milícias.

Para Florestan, a tomada do governo pelo Centrão juntamente com os sucessivos fiascos da atual gestão não agradam a ala militar, que está se movendo para se desvencilhar de Bolsonaro e não prejudicar a imagem das Forças Armadas. 

“Ele já está tendo atrito com generais do governo. Aliás, ele já tirou vários por conta do Centrão, que vai abocanhando cada vez mais lugares e muitos militares estão descontentes. Eu acho que a partir do ano que vem a situação dele vai ficar muito delicada, porque esses generais já perceberam que para se sustentar ele vai precisar de grupo radical dele mas também de um respaldo das Forças Armadas, que já não estão mais afim de embarcar nessa canoa. Essa passagem dos militares no poder está sendo uma tragédia, isso está manchando totalmente a imagem que eles tinham de nacionalistas, de pessoas voltadas para o País. Eles entraram em um projeto muito complicado, acabou mostrando uma face ruim dos principais generais do Exército brasileiro”.

Segundo o jornalista, o abandono a qual Bolsonaro pode estar sujeito pode até levá-lo à prisão, assim como seus filhos. “A situação do Bolsonaro não é boa, e eu vou mais longe: se esse movimento dos generais, que pelo jeito já está acontecendo, começar a se efetivar, o Bolsonaro corre um sério risco, ele e os filhos dele, de se encontrarem com o Sergio Cabral em Bangu. O que não falta é investigação e denúncias muito fortes e muito bem embasadas de corrupção dos filhos dele e de relações dele com milícias”.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247