Folha e Estado, braços midiáticos do grande capital, acusam PL e Bolsonaro de golpismo

Jornais que representam os interesses do grande capital não levam a sério a tentativa de golpe de Jair Bolsonaro e de seu partido comandado por Valdemar Costa Neto

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro e Valdemar da Costa Neto
Jair Bolsonaro e Valdemar da Costa Neto (Foto: Reprodução)


247 – A mais nova tentativa de golpe de Jair Bolsonaro e de seu partido, o PL, não encontra apoio na burguesia brasileira. É o que demonstram as chamadas dos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo.

A Folha dá nomes aos bois e acusa explicitamente a tentativa de golpe, ao intitular a matéria da seguinte forma: "PL endossa golpismo de Bolsonaro e usa relatório sem provas para pedir invalidação de votos". No corpo do texto, o jornal menciona a falta de quaisquer evidências que apontem para uma fraude e mencionou as "fragilidades" do parecer em que o PL se baseia para pedir a anulação dos votos em urnas anteriores ao modelo de 2020. 

Já o Estadão tem um título mais moderado, sem acusar explicitamente o golpismo do PL e de Bolsonaro. Entretanto, o expressivo veículo também denuncia a falta de provas que sustentem a alegação de Bolsonaro: "Sem prova de fraude, Bolsonaro e PL pedem para que urnas antigas sejam invalidadas." 

Tais formas de apresentar a notícia mostram a falta de respaldo que o atual chefe do Executivo e seu partido têm atualmente na mídia hegemônica - e consequentemente no grande capital. Não há, pelo menos momentaneamente, interesse em embarcar em aventuras golpistas que vão desestabilizar ainda mais o país.

Prova disso é o dólar, que, após dois dias sucessivos de queda com a moderação do discurso de Lula e os avanços na PEC da Transição, voltou a disparar em relação ao real com a instabilidade trazida pela tentativa golpista de Jair Bolsonaro e do PL.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247