CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mídia

Globo retoma cumplicidade com Moro e assume a defesa do ex-juiz suspeito

Jornal que patrocinou a Lava Jato e a destruição da economia nacional saiu em defesa do senador paranaense

(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado | Reprodução)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O jornal O Globo, que patrocinou a Lava Jato, operação que alienou a soberania nacional, desempregou 4,4 milhões de brasileiros, feriu a democracia e permitiu a ascensão do fascismo, saiu em defesa do ex-juiz suspeito Sergio Moro, em editorial publicado nesta quarta-feira. De acordo com o jornal, que foi cúmplice do processo de destruição da economia nacional, a "acusação contra Moro desafia a lógica e a realidade".

Moro é acusado de caixa dois e de gastos excessivos em sua campanha para o Senado por ter utilizado recursos de um fundo destinado à campanha presidencial. O Globo, que durante a Lava Jato patrocinou Moro e pressionou todo o sistema de Justiça para que o atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva fosse impedido de concorrer em 2018, hoje afirma que os 2 milhões de votos do ex-juiz suspeito para o Senado não podem ser desprezados.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Em caso de absolvição no TRE-PR, é tido como certo que os acusadores recorrerão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mas nenhum tribunal pode sucumbir a interesses partidários ou distanciar-se dos fatos e das leis. O risco de uma cassação motivada por acusações tão frágeis não é apenas cercear o voto dos quase 2 milhões de eleitores de Moro, mas pôr em questão a credibilidade da própria Justiça Eleitoral", escreve o editorialista, que, com o texto, revela que a Globo continua sócia do projeto de destruição nacional.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO