Globo usa fala distorcida sobre Nicarágua para pedir desistência de Lula

Jornal que apoiou o golpe de 2016 diz que ex-presidente não deve se considerar imprescindível em 2022

www.brasil247.com -
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O jornal O Globo, que liderou as campanhas pelo golpe de estado de 2016 contra a ex-presidente Dilma Rousseff e a prisão política do ex-presidente Lula, que tiveram como objetivo retirar direitos dos trabalhadores e entregar a renda do petróleo brasileiro para investidores internacionais da Petrobrás, demonstrou nesta quarta-feira que segue trabalhando contra os interesses nacionais, ao pedir, em seu editorial, que o ex-presidente Lula desista de disputar a presidência da República em 2022.

O Globo usa como pretexto a fala de Lula sobre a Nicarágua, em que ele afirma ter dito a Daniel Ortega que nenhum líder político se considere imprescindível, para pedir sua desistência da disputa eleitoral. O Globo apoia o ex-juiz parcial Sérgio Moro, que foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal e foi responsável pela destruição de 4,4 milhões de empregos no Brasil, segundo um estudo do Dieeese.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email