Internautas cobram prisão e Justiça a autores da Chacina do Jacarezinho

A Polícia Civil do Rio de Janeiro invadiu a favela do Jacarezinho, na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, desobedecendo ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), e matou 24 pessoas - um policial morreu na operação, somando 25 vítimas

Chacina no Jacarezinho
Chacina no Jacarezinho (Foto: Reprodução / TV Globo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Internautas estão cobrando prisão para autores da Chacina do Jacarezinho, ocorrida nesta quinta-feira, 6. A Polícia Civil do Rio de Janeiro invadiu a favela do Jacarezinho, na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, desobedecendo ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), e matou 24 pessoas -um policial morreu na operação.

Moradores da comunidade saíram às ruas pedindo Justiça. A deputada estadual Renata Souza afirmou que chacina precisa ser investigada. “Não temos pena de morte no Brasil! A polícia não tem que definir quem deve morrer e viver na nossa sociedade”, destacou.

 

O advogado Joel Luiz Costa, em seu Twitter, denunciou que foi uma operação de “execução” que ocorreu na favela. “Entramos em cinco ou seis casas, todas com a mesma dinâmica. Um menino morreu sentado numa cadeira. Ninguém troca tiro sentado numa cadeira, isso é execução”, afirmou.

“Pessoas que estavam indo trabalhar foram baleados dentro do trem”, afirmou a deputada Sâmia Bomfim (PSOL).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email