Kennedy Alencar: negociação com Ciro Nogueira, do Centrão, mostra fraqueza de Bolsonaro

O jornalista Kennedy Alencar a negociação para que o senador Ciro Nogueira (PP) assuma a chefia do ministério da Casa Civil pode indicar que Bolsonaro planeja se filiar ao partido, do qual ele já fez parte, para concorrer à reeleição em 2022

www.brasil247.com - Jornalista Kennedy Alencar
Jornalista Kennedy Alencar (Foto: Editora 247)


247 - O jornalista Kennedy Alencar, em comentário no UOL News, nesta quarta-feira, 21, afirmou que a sinalização de que Jair Bolsonaro irá ceder ao chamado “Centrão”, com mudanças ministeriais, mostram que o chefe do governo federal está enfraquecido.

Segundo Kennedy, ainda mais, a negociação para que o senador Ciro Nogueira (PP) assuma a chefia do ministério da Casa Civil pode indicar que Bolsonaro planeja se filiar ao partido, do qual ele já fez parte, para concorrer à reeleição em 2022.

A legenda é composta por figuras políticas próximas ao governo, como o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira - que está engavetando os pedidos de impeachment no Congresso -, e Ricardo Barros, líder do governo na Câmara que está no centro da crise envolvendo a compra superfaturada da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais cedo, o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL), usou as redes sociais para afirmar que a ida do senador Ciro Nogueira (PP) para a Casa Civil comprova que Jair Bolsonaro “terceirizou” o governo e "não manda mais em nada”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email