Latuff: comemorar execução de sequestrador com tiro de sniper é sadismo

Chargista Carlos Latuff chama de "sádico" quem celebrou a morte do sequestrador de um ônibus no Rio de Janeiro, que tinha arma de brinquedo, como fizeram Jair Bolsonaro e o governador Wilson Witzel

(Foto: Editora 247)

247 - O chargista Carlos Latuff chamou de "sadismo" o ato de comemorar quem celebrou a morte do sequestrador de um ônibus no Rio de Janeiro com um tiro de sniper do BOPE.

"Uma ação com reféns onde o sequestrador se entrega e ninguém sai ferido é a melhor. Comemorar o fato de que os reféns do sequestro na ponte Rio Niterói saíram ilesos, OK. Comemorar a execução do sequestrador (que usava arma de brinquedo) com um tiro de sniper do BOPE é sadismo!", postou o ativista no Twitter.

O presidente Jair Bolsonaro e o governador Wilson Witzel comemoraram a morte do sequestrador.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247