Lula encara as big techs e promete regular as redes sociais para conter mentiras e discurso de ódio

Na Bélgica, o ex-presidente Lula (PT) ainda destacou que pretende cobrar a responsabilidade fiscal das plataformas digitais, que não pagam impostos

www.brasil247.com - Lula em Bruxelas
Lula em Bruxelas (Foto: Divulgação)


247 - O ex-presidente Lula (PT), em viagem política pela Europa, encarou as chamadas big techs e defendeu a regulamentação das redes sociais para conter mentiras e discurso de ódio, em entrevista ao grupo Socialista e Democrata do Parlamento Europeu, em Bruxelas.

Denunciando que Jair Bolsonaro “conta cinco mentiras por dia nas redes sociais”, o ex-presidente defendeu que o país tem a necessidade de viver mais “democraticamente”.

“Vamos ter que regulamentar as redes sociais, regular a internet, colocar um parâmetro. Uma coisa é você utilizar os meios de comunicação para informar, educar. Outra coisa é para fazer maldade, para contar mentiras, causar mal à sociedade”, disse Lula.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lula ainda destacou que pretende cobrar a responsabilidade fiscal das plataformas digitais, que não pagam impostos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Você tem o pessoal que são os donos dos aplicativos do mundo todo não pagando imposto, estão quase todos em paraísos fiscais. Ganham uma fortuna e não pagam sequer imposto em nenhum estado. Essa gente tem que ter responsabilidade. A esquerda não tem que ter medo de debater esses temas, por mais difíceis que eles pareçam”, declarou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email