Movimentos de moradia ironizam Gebran por fala sobre propriedade do sítio

Internautas fazem piada com a fala do desembargador do TRF-4 de que pouco importa a propriedade formal do sítio de Atibaia, e sim a informação de que o ex-presidente Lula o utilizava. "Valeu, camarada. MST, MTST e todo mundo que mora de aluguel tá feliz", diz uma postagem

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma das declarações do desembargador João Pedro Gebran Neto, do TRF-4, dita durante o julgamento que confirmou a condenação do ex-presidente Lula em segunda instância no caso do sítio de Atibaia nesta quarta-feira 27 virou piada nas redes sociais.

“Não é de fundamental importância a propriedade formal do ex-presidente Lula e material do Fernando Bittar, ou material de Lula e formal de Bittar”, afirmou o relator da Lava Jato no TRF-4. “O que me parece relevante é que o presidente Lula usou o imóvel”, completou.

Internautas ironizam a reflexão. "Valeu, camarada Gebran. MST, MTST e todo mundo que mora de aluguel tá feliz", diz uma postagem no Twitter. Uma imagem com a foto de Gebra, sua frase e uma foto com militantes do MST passou a circular em grupos de WhatsApp nesta quinta.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247