Ombudsman da Folha defende que jornal não investigue nada sobre a fakeada de Juiz de Fora

Jornalista contraria o desejo de seus próprios leitores, que cobraram da Folha uma investigação sobre a "facada de Juiz de Fora"

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O jornalista José Henrique Mariante, ombudsman da Folha de S. Paulo, mencionou em sua coluna desta semana o ataque raso e sem argumentos feito pelo jornal ao documentário "Bolsonaro e Adélio – uma fakeada no coração do Brasil", que motivou protestos de seus próprios leitores, mas deixou claro que o jornal não tem qualquer interesse em investigar uma história repleta de furos, como demonstrou Joaquim de Carvalho.

"À esquerda, o jornal foi imolado por publicar reportagem crítica ao documentário 'Bolsonaro e Adélio, uma Fakeada no Coração do Brasil', lançado pelo site Brasil 247, alinhado ao PT, com mais de 1 milhão de visualizações no YouTube. O filme é um compêndio de teorias e argumentos sobre o atentado de 2018 em Juiz de Fora ter sido forjado pelo então candidato à Presidência. Não entro aqui no mérito da questão, apesar de pessoalmente achar impossível combinar silêncio ou versões com dezenas, talvez centenas de pessoas. O filme está aí para suscitar a discussão, e leitores cobram da Folha e da imprensa em geral novas investigações sobre o episódio. Não haveria disposição da mídia para entrar no assunto. Acho que não há mesmo, mas por questões práticas, não ideológicas", escreveu Mariante. Ou seja: a posição da Folha é varrer o tema para debaixo do tapete.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email