Mídia

Pimenta: “parte da mídia, desavisada ou mal intencionada, se junta a influenciadores e políticos irresponsáveis”

Ministro denuncia que parte da mídia comprou o discurso que tem como compromisso colocar agentes do estado em descrédito no contexto do combate à tragédia ambiental que abala o RS

Imagem Thumbnail
Paulo Pimenta | Sobrevoo em Porto Alegre e Região Metropolitana, dia 15 de maio. (Foto: Reprodução/Youtube | Mauricio Tonetto/Secom)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247- Em texto publicado em suas redes sociais neste sábado (18),  o ministro Paulo Pimenta (PT), designado pelo presidente Lula (PT) para liderar a Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, expôs que parte da mídia comprou o discurso de tem como compromisso colocar agentes do estado em descrédito no contexto do combate à tragédia ambiental que abala o estado.

“A desinformação sempre foi utilizada como potente arma de guerra. Com o surgimento das redes digitais o alcance e a capacidade destrutiva das fake news ganharam alcance exponencial. Vivemos isso de forma dramática na pandemia do Covid onde perdemos mais de 700 mil pessoas, especialistas avaliam que talvez 400 mil vidas poderiam ter sido salvas no Brasil. Desde o início da tragédia que está vivendo o RS vivemos tb, uma nova e intensa onda de Fake News, mentiras e desinformação, com o objetivo de desacreditar a capacidade do Estado em dar um resposta efetiva e tb atingir os agentes públicos que atuam na linha de frente na implementação das políticas governamentais”, iniciou o ministro.

Ele segue com a sua narrativa expondo que “manipulação de vídeos, edições criminosas, descontextualização de fatos e anúncios, mentiras de toda ordem, diariamente são distribuídas de forma industrial por um poderoso ecossistema de desinformação. O que é pior, parte da mídia, desavisada ou mal intencionada, se junta a influenciadores e políticos irresponsáveis para amplificar o alcance dos desastre dentro do desastre. Na guerra a primeira vítima é a verdade. Estou vivendo isso ‘na pele’. Desde o momento da minha nomeação pelo Presidente @LulaOficial, para representar o governo federal no RS, uma avalanche de fake news de toda se ordem vem sendo orquestra e fortemente trabalhada para minar minha capacidade de trabalho e desacreditar nossa ação de, com União e Reconstrução, trabalhando junto com prefeituras, sociedade gaúcha e governo do estado, ajudar na reconstrução do Rio Grande do Sul. Não vencerão”.

“A história não guarda lugar de destaque para traidores e quintas-colunas e não será diferente agora. Com todo apoio de @LulaOficial e a capacidade de resiliência e mobilização de todo Brasil e do povo gaúcho só o que não traremos de volta, infelizmente são as vidas que foram perdidas. Confio nisso e vou trabalhar para isso”, concluiu.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO