Sabatella, que participou de filme de Flordelis, diz que pastora “é lobo em pele de cordeiro”

“Aprendi com o tempo a ter mais cautela com quem ostenta tanto a sua autopromoção, beirando a divindade. Lamento demais pelas vítimas destes lobos em pele de cordeiro”, declarou a atriz

Letícia Sabatella
Letícia Sabatella (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A atriz Letícia Sabatella, que  integrou o elenco estrelado de "Flordelis - Basta uma Palavra para Mudar", em conjunto com vários artistas da Rede Globo, declarou nesta quarta-feira (25) que a pastora, que assassinou seu marido, o também pastor Anderson Gomes, é “um lobo em pele de cordeiro”. 

“Um crime como este...Horrível. Aprendi com o tempo a ter mais cautela com quem ostenta tanto a sua autopromoção, beirando a divindade. Lamento demais pelas vítimas destes lobos em pele de cordeiro”, declarou a atriz em declaração ao portal UOL. 

Saiba mais 

O editor de moda Marco Antônio Ferraz, que dirigiu o documentário “Flordelis — Basta uma palavra para mudar”, disse estar arrependido de ter feito o filme que contava a história da hoje deputada federal Flordelis (PSD-RJ), acusada de ser a mandante da morte do marido, o empresário evangélico Anderson do Carmo . “Me arrependo. Se fosse hoje, jamais teria feito esse filme. Não sou cineasta. Sou um contador de histórias e o que contei foi uma mentira diante dos fatos que conhecemos agora”, disse Ferraz ao site Metrópoles

O filme, lançado em 2009, contava a história de Flordelis, moradora de uma favela do Rio de Janeiro que retirava crianças cooptadas pelo tráfico de drogas e as adotava como mãe. O elenco contou com a participação de estrelas nacionais Cauã Reymond, Bruna Marquezine, Ana Furtado, Leticia Spiller, Alinne Moraes, Marcello Antony e Sergio Maron, muitos dos quais optaram por atuar na película sem receber cachê, enquanto outros ainda contribuíram com recursos próprios para que a produção fosse viabilizada. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247