Seria indesculpável e covarde, diz Glenn sobre Intercept não ir ao Roda Viva com Moro

Diretor do The Intercept, Glenn Greenwald aponta "medo" e "covardia" da mídia se nenhum jornalista do veículo, que publicou a Vaza Jato, for convidado para entrevistar o ministro na próxima segunda-feira 20. "A única razão para não fazer isso é o medo de Moro e deixá-lo — escandalosamente — ditar quem está lá", diz Glenn

(Foto: Agência Senado | ABr)

247 - O jornalista Glenn Greenwald, diretor do The Intercept, comentou o fato de nenhum jornalista do veículo ter sido convidado até o momento para participar da entrevista com o ministro da Justiça, Sergio Moro, no Roda Viva, da TV Cultura, na próxima segunda-feira 20.

O nome de Sergio Moro foi anunciado nesta terça-feira 14 pela nova apresentadora do programa, a jornalista Vera Magalhães, que estreará no mesmo dia. Ela recebeu uma resposta de Rafael Moro Martins, também editor do Intercept, sobre a presença do veículo. Internautas levaram a hashtag #InterceptNoRodaViva ao Trending Topic do Twitter.

Para Glenn, "seria indesculpável e covarde" o Roda Viva não convidar o Intercept. Ele falou ainda em "medo de Sergio Moro" por parte da mídia e a participação dos veículos da imprensa na narrativa da Lava Jato, com apoio às prisões ilegais e outros abusos da investigação. 

Confira suas postagens:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247