TV Cultura desautoriza censura imposta por Vera Magalhães ao ex-presidente Lula

“A TV Cultura não vai se pronunciar sobre polêmicas em perfis pessoais de redes sociais, que não refletem as posições da emissora”, disse a emissora, depois que a jornalista vetou a presença do ex-presidente no programa

Vera Magalhães e Lula
Vera Magalhães e Lula (Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A censura imposta pela jornalista Vera Magalhães ao ex-presidente Lula no Roda Viva não conta com o aval da TV Cultura. A revelacão foi feita pelo DCM, que enviou diversas questões à emissora, depois que a jornalista foi às redes sociais e anunciou seu veto a Lula. Confira:

1 – A âncora Vera Magalhães afirmou que “se afoitos e ingênuos querem ser o sapo da travessia do escorpião, o Roda Viva não será essa jangada” referindo-se ao ex-presidente Lula. Ele já foi entrevistado e convidado pelo programa anteriormente. A âncora pode vetar publicamente um entrevistado de relevância no programa com esses argumentos?

2 – Vera Magalhães tem autonomia para definir os rumos do Roda Viva ou seu posicionamento tem que estar alinhado com a direção da TV Cultura?

3 – Vera afirmou que Lula é “condenado em prisão domiciliar”. O advogado do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins, explicou que o ex-presidente “não está em prisão domiciliar.Ele teve a liberdade plena restabelecida após 580 dias de prisão contrária à CF/88. Recusou a progressão pq foi condenado em um processo reconhecido como nulo por renomados juristas do mundo”. Esse erro serve para vetar alguém no programa?

4 – De acordo com Vera Magalhães, Lula não será chamado para o Roda Viva porque ele vai “retomar uma polarização nefasta ao país”. O Roda Viva convidou Bolsonaro, Sergio Moro e outras figuras que têm envolvimento com o atual governo. Eles não são parte dessa polarização? Ou é só o ex-presidente Lula?

A coordenadoria de comunicação da TV Cultura enviou um email para o DCM afirmando o seguinte:

“A TV Cultura não vai se pronunciar sobre polêmicas em perfis pessoais de redes sociais, que não refletem as posições da emissora”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email