Weintraub se diz “democrata”, mas bloqueia 5 jornalistas na sequência no Twitter

“Sou um democrata e creio no pleno acesso à informação. Todavia, esse Twitter é MEU (pessoal)!”, postou o ministro da Educação, antes de bloquear vários jornalistas

Ministro da Educação, Abraham Weintraub
Ministro da Educação, Abraham Weintraub (Foto: PT no Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Logo depois de se dizer um “democrata” e defensor do “pleno acesso à informação”, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, bloqueou na sequência ao menos cinco jornalistas que lhe seguiam no Twitter.

“Sou um democrata e creio no pleno acesso à informação. Todavia, esse Twitter é MEU (pessoal)! Peço a opinião de vocês: eu deveria bloquear algum desses SEGUIDORES? Detalhe: reparem na sequência sem cortes”, postou Weintraub, consultando os internautas.

Em seguida, ele bloqueou todos os que apareciam na lista: Monica Bergamo, Lauro Jardim, Eliane Cantanhêde, Reinaldo Azevedo e Chico Pinheiro. 

Sobre Lauro Jardim, indicou ser uma espécie de vingança por conta de uma nota do colunista do Globo que dizia que Weintraub sairia do MEC até o meio do ano.


 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247