HOME > Mundo

Biden diz que EUA e aliados tomarão medidas para fortalecer o sistema de defesa aérea da Ucrânia

O presidente dos EUA vai se reunir com Zelensky nesta semana

Joe Biden (Foto: REUTERS/Elizabeth Frantz)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

TASS - Washington e seus aliados pretendem tomar novas medidas para fortalecer as capacidades de defesa aérea da Ucrânia, disse o presidente dos EUA, Joe Biden, em uma declaração divulgada pelo serviço de imprensa da Casa Branca.

"Esta semana, estarei recebendo o Presidente Zelensky e líderes da OTAN em Washington D.C., e me encontrarei com o Presidente Zelensky para deixar claro que nosso apoio à Ucrânia é inabalável. Junto com nossos aliados, anunciaremos novas medidas para fortalecer as defesas aéreas da Ucrânia", disse Biden.

Segundo o presidente dos EUA, "é crucial que o mundo continue a apoiar a Ucrânia".

Anteriormente, o Ministério da Defesa russo informou que as forças armadas russas, em resposta a tentativas de atacar instalações de energia em território russo, lançaram um ataque de alta precisão em instalações da indústria militar e bases aéreas das forças armadas ucranianas, e os objetivos do ataque foram alcançados. O ministério observou que as declarações das autoridades ucranianas sobre um suposto ataque intencional de mísseis da Rússia em alvos civis não correspondem à realidade.

Fotos e vídeos do local confirmam o fato da destruição causada pela queda de um míssil de defesa aérea ucraniano. O Ministério da Defesa observou que "explosões histéricas semelhantes do regime de Kiev têm ocorrido há vários anos e sempre na véspera da próxima reunião (cúpula) de seus patronos da OTAN."

Conforme declarou o Primeiro Vice-Representante Permanente da Federação Russa na ONU, Dmitry Polyansky, uma reunião do Conselho de Segurança da organização mundial sobre a Ucrânia será realizada na terça-feira. Na reunião, a Rússia familiarizará os membros do Conselho de Segurança da ONU com fatos que refutam a versão ucraniana do ataque a Kiev.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados