EUA avaliam reagir às acusações de Bolsonaro contra urnas eletrônicas

Representantes dos EUA devem reagir em Washington, capital norte-americana, e não por meio da Embaixada em Brasília (DF)

www.brasil247.com - Joe Biden, TSE e urnas eletrônicas brasileiras
Joe Biden, TSE e urnas eletrônicas brasileiras (Foto: Reuters | ABR)


247 - O governo do presidente norte-americano, Joe Biden, avalia divulgar uma declaração oficial de confiança nas instituições democráticas brasileiras, um dia depois de Jair Bolsonaro (PL) fazer acusações sem provas ao colocar em dúvida a segurança do processo eleitoral brasileiro. Representantes dos EUA devem reagir em Washington, capital do país, e não por meio da Embaixada em Brasília (DF). A informação foi publicada nesta terça-feira (19) pelo jornal O Estado de S.Paulo

Em reunião com embaixadores nessa segunda-feira (18), Bolsonaro afirmou sem provas que "hackers ficaram oito meses nos computadores do TSE" e "poderiam alterar nome de candidatos, tirar fotos, transferir uma informação para outro".

No primeiro semestre, o TSE informou ter concluído testes em urnas e disse que investigadores não conseguiram alterar voto, mudar o resultado da urna ou fraudar o processo eleitoral.

Também no semestre passado, o governo Joe Biden recebeu um documento de acadêmicos e instituições da sociedade civil no Brasil e nos EUA sobre acusações contra as urnas eletrônicas brasileiras. De acordo com o relatório entregue a políticos norte-americanos, os "constantes ataques (de Bolsonaro) às eleições devem levar governos internacionais a apoiar a democracia brasileira".

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email