Ex-vizinha e ex-colega de trabalho de vítima reforçam que Joe Biden assediou mulher

Ex-vizinha e ex-colega de trabalho de Tara Reade afirmam que a mulher já havia denunciado os assédios de Biden em meados da década de 1990

Joe Biden & Tara Reade
Joe Biden & Tara Reade (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O candidato à presidência pelo Partido Democrata (contra Donald Trump), Joe Biden, está sendo acusado de assédio por uma ex-funcionária do Capitólio, Tara Reade. Segundo ela, Biden a teria jogado contra a parede, colocado a mão por baixo de sua saia e penetrado-a com os dedos. A denúncia foi feita em março e duas pessoas próximas - seu irmão, Collin Moulton, e um amigo que preferiu não ser identificado - afirmaram que a mulher já os havia avisado pouco depois do ocorrido, em 1993.

Agora, duas outras pessoas afirmaram o mesmo. Uma ex-vizinha de Reade, Lynda LaCasse, disse que a vítima contou-lhe o caso em detalhes por volta dos meados da década de 1990. A outra é Lorraine Sanchez, com que quem Reade trabalhou no escritório de um ex-senador da Califórnia. Sanchez disse que, na época, Reade lhe disse ter sido assediada sexualmente pelo seu ex-patrão em Washington DC, capital dos EUA.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247