Índia desafia sanções dos EUA e comprará petróleo da Rússia pagando em rúpias ou rublo russo

O dólar segue perdendo espaço no comércio internacional, depois da venda de petróleo da Arábia Saudita para a China em yuan

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - A hegemonia do dólar como moeda mundial segue sendo desafiada no planeta. Depois do anúncio da Arábia Saudita de que pode vender petróleo para a China em yuan, a Índia também poderá deixar o dólar como moeda transações com a Rússia. 

Segundo o jornal britânico Financial Times, a Índia está desafiando as sanções dos Estados Unidos contra a Rússia e abriu canal para trocas entre a rúpia indiana e o rublo russo. Em 2022, a Índia pode importar da Rússia aproximadamente 15 milhões de barris de petróleo bruto. 

De acordo com o ministro de Petróleo e Gás Natural da Índia, Hardeep Singh Puri, Nova Deli negocia com Moscou o preço e a logística do transporte de petróleo com desconto e pagamento em rúpias ou rublos, após as sanções estabelecidas pelos Estados Unidos e União Europeia. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com quase 1,4 bilhão de habitantes, a Índia, a terceira maior importadora de petróleo do mundo, atualmente compra apenas cerca de 3% de seus suprimentos da Rússia, segundo dados do governo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email