ONU se diz profundamente preocupada com incêndios na Amazônia

''Não podemos permitir mais danos a uma fonte importante de oxigênio e biodiversidade'', declarou o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, nesta quinta-feira; incêndios que devastam áreas importantes da floresta amazônica no Brasil, levando fumaça até as cidades, tem causado mobilização internacional

(Foto: Reuters)

247 - O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, se manifestou nesta quinta-feira 22 sobre os incêndios que devastam a floresta amazônia nas últimas semanas, e que tem provocado uma mobilização internacional. 

Em uma postagem no Twitter, Guterres disse estar "profundamente preocupado" com  áreas importantes da região no Brasil e que cidades brasileiras e peruanas foram cobertas por fumaça. 

"Estou profundamente preocupado com os incêndios na floresta amazônica. No meio da crise climática global, não podemos permitir mais danos a uma fonte importante de oxigênio e biodiversidade", disse ele no Twitter. "A Amazônia deve ser protegida", enfatizou.

Também nesta quinta-feira 22, o presidente da Bolívia, Evo Morales, autorizou a contratação de uma aeronave-tanque do tipo Boeing 747 chamado Super Tanker para combater focos de incêndio na região boliviana da floresta amazônica.

Diversas celebridades e cientistas estão se manifestando em protesto contra o descaso do governo Jair Bolsonaro sobre a preservação da Amazônia. 

Em uma ação inédita, a Rede, de Marina Silva, foi hoje ao Supremo Tribunal Federal pedir impeachment do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247