Venezuela detém novos terroristas e captura armas, veículos e capacete com bandeira dos EUA

No final de semana, o grupo teria tentado ingressar pelo litoral de La Guaira durante a madrugada. Nesta segunda, os novos integrantes foram capturados na zona da Chuao, no estado de Aragua, na Venezuela

(Foto: Reprodução / Twitter / TeleSur)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As forças armadas venezuelanas, junto com a Polícia Nacional Bolivariana, detiveram mais oito integrantes da operação terrorista - oriunda da Colômbia - que tentou o invadir o país neste domingo, 3, e segunda-feira, 4. No final de semana, o grupo teria tentado ingressar pelo litoral de La Guaira durante a madrugada. Nesta segunda, os novos integrantes foram capturados na zona da Chuao, no estado de Aragua, na Venezuela.

Até agora, oito novos mercenários foram capturados pela população local, informa a TeleSur, que ressalta que pescadores da região os detectaram e delataram à Força Armada Nacional Bolivariana. O governador de Aragua, Rodolfo Marcos Torres, declarou que as detenções foram feitas por um trabalho conjunto entre a população local e o serviço de inteligência e disse, no twitter, que os invasores “subestimam um povo que, com coragem, encontra-se preparado para defender nossa soberania”.

O presidente da Assembleia Nacional Constituinte, Diosdado Cabello, também reforçou a importância do povo para a captura dos terroristas; Em seu twitter, o deputado chavista referiu-se a operação como “esforço conjunto”. Ele também anunciou que o possível “chefe da operação”, Antonio Sequea, foi capturado entre os invasores.

Além das detenções, as forças de segurança venezuelanas informaram sobre o falecimento de oito pessoas, entre ele um dos líderes da operação, Robert Colina Ibarra - conhecido como Pantera. Vídeo mostra o Pantera minutos antes da operação.

O ministro do Interior, Justiça e Paz da Venezuela, Nestor Reverol, anunciou que foram capturados dez fuzis, uma pistola Glock 9mm, duas metralhadoras AFAG, seis caminhonetes, uma lancha, dois cadernos com detalhes sobre a operação, telefones satélites, identidades, uniformes, um capacete com a bandeira estadunidense e cartuchos de diversos calibres.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247