Venezuela firma acordo com a Rússia e vai produzir a vacina Sputnik V

Produção da vacina russa contra Covid-19 começará ainda no primeiro trimestre de 2021. Seu uso emergencial já foi aprovado na Venezuela

(Foto: Sputnik News)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - A Venezuela e a Rússia concordaram com o fornecimento e produção da vacina Sputnik V no país sul-americano ainda durante o primeiro trimestre de 2021, informou a vice-presidente Delcy Rodríguez nesta quinta-feira (14).

O acordo foi firmado entre o governo da Venezuela e o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo). Rodríguez anunciou o acordo pelo Twitter.

"Seguindo as instruções do Presidente @NicolasMaduro, realizamos uma reunião de trabalho por videoconferência com o presidente e o vice-presidente do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF), para o fornecimento e a produção da vacina #SputnikV na Venezuela, no primeiro trimestre do ano", disse Rodríguez. 

Nesta quarta-feira (13), o governo venezuelano já havia anunciado o registro da vacina russa para uso emergencial na Venezuela, como parte de uma cooperação estratégica com a Rússia.

No mês de novembro, Caracas e Moscou assinaram um acordo para a aquisição de dez milhões de doses do imunizante russo.

A Venezuela participa da terceira fase dos testes clínicos da Sputnik V: dos 2 mil voluntários, 1,5 mil receberão a vacina, enquanto as outras 500 receberão uma injeção com placebo.

Em 11 de agosto de 2020, a Rússia registrou a Sputnik V, que mostrou mais de 95% de eficácia de acordo com uma análise provisória dos dados dos testes de fase três na Rússia.

O RFPI informou nesta quarta-feira (13) que dez milhões de doses da vacina Sputnik V contra COVID-19 serão disponibilizadas ao Brasil ainda no primeiro trimestre deste ano. Além disso, o uso emergencial da vacina russa no Brasil será pedido ainda nesta semana, segundo o RFPI.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247