Arte digital

Ela o ltimo grito da arte contempornea; no apenas porque lana mo de tecnologias avanadas que dependem do computador, mas tambm porque vai alm

A arte digital é o último grito da arte contemporânea. Não apenas porque lança mão de tecnologias avançadas que dependem do computador, mas também porque vai além. Ela completa a superação do conceito de especialização que, no passado recente, caracterizava o artista no seu campo específico, e que foi sendo abandonado ao longo do último século. Com efeito, as obras de arte digital são quase sempre multimídia, pensadas para interagir com o espectador em muitos níveis.

Áudio, vídeo, música, escultura, imagens e pinturas projetadas sobre paredes e telas compõem cenários que são realizados com o uso de software, e também com hardware, realizados para essas finalidades e ocasiões.

Cria-se desse modo uma forma de conexão contínua e de intercambio entre o público e o artista, com o objetivo de criar uma interface entre arte, tecnologia e sociedade. Não a caso muitos projetos der arte digital contêm um fundo político ou social.

O vídeo apresentado aqui é um exemplo musical de arte eletrônica. O grupo Lasekraft 3D é alemão, e formado pelos artistas Niels Reinhard e Tim Hoffmann. Ambos frequentaram a Duale Hochschule di Mannheim, uma das academias européias onde é possível aprender e experimentar a arte digital em diferentes níveis e modalidades. O vídeo foi realizado projetando-se três raios laser sobre três fundos diversos e aplicando-se depois a técnica da reprojeção, ou seja, o cálculo do erro da projeção da imagem. Confira:

 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247